Publicidade

Estado de Minas ROMA

Prefeita de Torino é condenada a 18 meses de prisão por tumulto em 2017


27/01/2021 14:49

A prefeita de Torino (norte da Itália), Chiara Appendino, foi condenada nesta quarta-feira (27) a 18 meses de prisão pelo tumulto em 2017 que causou duas mortes em uma praça central durante a transmissão da final da Liga dos Campeões.

"O que aconteceu naquele dia é uma dor que carrego comigo. Agora estamos aguardando os motivos dessa sentença e com certeza vamos recorrer" da condenação em primeira instância, assegurou Appendino à mídia.

Cinco outras pessoas, incluindo o ex-chefe de gabinete e o ex-chefe da polícia de Turim, foram condenados à mesma sentença.

Minutos antes da partida final entre a Juventus de Torino e o Real Madrid, em 3 de junho de 2017, um grupo de participantes espalhou pânico entre os que se reuniram em frente aos telões implantados na tradicional Praça de São Carlos.

O medo de uma bomba se espalhou entre as cerca de 20.000 pessoas presentes no evento, uma debandada que deixou dois mortos e 1.500 feridos.

Em abril de 2018, várias pessoas foram julgadas e acusadas de causar a debandada, pulverizando um spray irritante sobre a multidão reunida na praça.

O grupo usou essa tática para roubar objetos de valor de espectadores.Quatro jovens foram condenados, em primeira instância e depois em apelação, em julho passado, a dez anos de prisão por homicídio culposo.

"Não posso esconder a amargura que sinto, porque é o prefeito quem paga pela loucura de alguns jovens que foram condenados em apelação", disse Appendino.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade