Publicidade

Estado de Minas ESTOCOLMO

Agência europeia de saúde anuncia que tomará medidas mais rígidas contra covid-19


21/01/2021 14:21

A agência europeia encarregada de epidemias recomendou aos seus membros, nesta quinta-feira (21), a se prepararem para adotar medidas mais rígidas "nas próximas semanas" para conter a progressão das novas variantes problemáticas do coronavírus.

"A mensagem essencial é se preparar para uma escalada rápida do rigor das medidas nas próximas semanas para preservar as capacidades sanitárias, assim como acelerar as campanhas de vacinação", disse o Centro de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC), que aumentou seu nível de vigilância.

O "rigor e extensão" das restrições dependerá do nível de adesão dos membros, explicou o ECDC, que reúne os 27 países da União Europeia, Reino Unido, Noruega e Islândia.

Até o momento, foram identificados cerca de 16.800 casos novos da variante mais contagiosa do coronavírus no Reino Unido, disse a agência.

Fora desse país, e entre os países-membros, foram detectados cerca de 1.300 casos, acrescentou o ECDC.

No caso da variante sul-africana, foram detectados 27 casos em 10 países da zona ECDC, até 19 de janeiro.

O novo nível de vigilância do Centro é alto", o que representa um degrau acima do "alto" que propôs em dezembro.

Assim como a Organização Mundial da Saúde (OMS), a agência europea pede aos Estados que reforcem sua capacidade de fazer testes e principalmente o sequenciamento, para melhorar a detecção das novas variantes britânica, sul-africana e brasileira da covid-19.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade