Publicidade

Estado de Minas BERLIM

Alemanha está disposta a ajudar a Rússia com vacina Sputnik V


21/01/2021 10:54

A Alemanha está disposta a ajudar a Rússia, apesar das tensões atuais, a desenvolver sua vacina Sputnik V contra a covid-19, declarou nesta quinta-feira (21) a chanceler Angela Merkel.

"Deixando de lado todas as nossas diferenças políticas, que atualmente são importantes, podemos, no entanto, trabalhar juntos no contexto de uma pandemia, no campo humanitário", explicou a chanceler em entrevista coletiva.

As autoridades russas iniciaram o processo de homologação na União Europeia (UE) da Sputnik V e esperam um "primeiro exame (dos documentos enviados) para fevereiro".

Nesse contexto, Merkel propôs que o instituto federal alemão Paul-Ehrlich, responsável pela regulamentação de medicamentos, "apoie a Rússia" em sua demanda perante a Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

"E se essa vacina for aprovada pela EMA, poderemos então falar sobre a produção conjunta e também sobre o seu uso", acrescentou Merkel.

No início de janeiro, o presidente russo Vladimir Putin confidenciou que havia discutido com a chanceler alemã sobre a possibilidade de uma "produção conjunta de vacinas" contra a covid-19.

Berlim e Moscou têm vários pontos de atrito, entre eles o caso do opositor russo Alexei Navalny, que foi tratado na Alemanha após o que vários países consideraram uma tentativa de envenenamento, antes de retornar à Rússia em 17 de janeiro e ser preso.

A vacina foi aprovada na Rússia em agosto, o que gerou críticas internacionais devido a um anúncio considerado prematuro, antes dos ensaios de Fase 3 e da publicação de resultados científicos.

Putin afirmou em 13 de janeiro que a Sputnik V é "a melhor" vacina do mundo e ordenou que a inoculação em massa fosse iniciada na Rússia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade