Publicidade

Estado de Minas PEQUIM

Socorristas redobram esforços para salvar 21 mineiros na China


21/01/2021 06:08

As equipes de resgate perfuravam o solo nesta quinta-feira (21) na China, na esperança de salvar 21 mineiros presos há mais de 10 dias, informou a mídia estatal.

No total, 22 trabalhadores de uma mina de ouro em Qixia, na província de Shandong (leste), ficaram presos a várias centenas de metros de profundidade, após uma explosão em 10 de janeiro.

Desde então, as equipes de resgate conseguiram entrar em contato com um grupo de 11 homens, presos a cerca de 580 metros abaixo do solo, embora um deles tenha morrido devido à deflagração, segundo informado na quarta-feira pela televisão pública CCTV.

Dois condutos foram perfurados pelos quais alimentos, remédios e telefones estão sendo entregues a eles; e está sendo ampliado um poço que em princípio servirá para evacuação, segundo a emissora.

Não há informações sobre os outros 11 trabalhadores. Além disso, o aumento da água subterrânea preocupa os socorristas.

"Detectores de presença e soluções nutritivas foram colocados em outras seções da mina para detectar mineiros dos quais não temos notícias. Mas nenhum sinal de vida foi detectado", disse a agência de notícias Xinhua.

O acidente só foi divulgado um dia após ocorrido, um atraso que levou à destituição de duas autoridades de Qixia, o chefe local do Partido Comunista e o prefeito.

Os acidentes de mineração são frequentes na China, devido às precárias medidas de segurança e ao descumprimento das normas.

Em dezembro, 23 mineiros morreram em uma escavação de carvão em Chongqing (sudoeste).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade