Publicidade

Estado de Minas SAN FRANCISCO

Amazon oferece ajuda a Biden em plano de vacinação


20/01/2021 19:49

A Amazon ofereceu nesta quarta-feira ao presidente Joe Biden seu amplo sistema operacional, para que o novo governo americano possa atingir a meta de vacinar 100 milhões de pessoas em 100 dias.

O chefe de negócios internacionais da Amazon, Dave Clark, enviou uma carta a Biden pedindo que seus funcionários sejam vacinados o quanto antes e oferecendo ao mesmo os recursos da empresa para ajudar no plano nacional de vacinação.

A Amazon é o segundo maior empregador do país, com 800 mil funcionários, a maioria trabalhadores essenciais, que não podem desempenhar suas tarefas em casa, segundo cópia da carta à qual a AFP teve acesso. A gigante do comércio eletrônico teve um boom em suas vendas durante a pandemia.

"Estamos comprometidos a ajudar seu governo nos esforços de vacinação, enquanto trabalhamos juntos para proteger nossos funcionários e continuamos oferecendo serviços essenciais durante a pandemia", assinala o texto.

O Uber também ofereceu apoio logístico. Seu chefe executivo, Dara Khosrowshahi, pediu no mês passado aos estados americanos que os motoristas que prestam serviço para a empresa sejam rapidamente vacinados, para poderem colaborar mais com o plano de distribuição de vacinas.

A meta de vacinar 100 milhões nos primeiros 100 dias de mandato é "absolutamente atingível", afirmou o principal assessor de Biden para a pandemia, Anthony Fauci.

AMAZON.COM


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade