Publicidade

Estado de Minas MADRI

Drama sobre imigração "Adú" é favorito ao Goya


18/01/2021 14:56

"Adú", drama sobre a emigração africana para a Europa assinado por Salvador Calvo, é o grande favorito aos Prêmios Goya do cinema, espanhol que serão entregues no dia 6 de março.

O filme, que conta três histórias estruturadas pela de um menino que foge de Camarões para a Espanha, recebeu 13 indicações, anunciou a Academia Espanhola de Cinema nesta segunda-feira.

Segundo longa-metragem de Calvo, o filme concorre aos prêmios de melhor filme, direção, roteiro original e melhor ator coadjuvante, entre outras categorias, na cerimônia de premiação, que pelo segundo ano consecutivo será realizada em Málaga (Andaluzia, sul).

"Akelarre", uma história de época sobre bruxas no País Basco, de Pablo Agüero, e "Las niñas", sobre um grupo de adolescentes na Espanha dos Jogos Olímpicos de 1992 por Pilar Palomero, receberam nove indicações cada.

Além de "Adú" e "Las niñas", concorrem ao prêmio de melhor filme "Ane" de David Pérez Sañudo, "La Boda de Rosa" de Icíar Bollaín e "Sentimental" de Cesc Gay.

Na disputa pelo prêmio de melhor filme latino-americano estão o chileno "El agente topo" de Maite Alberdi, o colombiano "El olvido que seremos" de David Trueba, o guatemalteco "La llorona" de Jayro Bustamante e o mexicano "Ya no estoy aquí" de Fernando Frías de la Parra.

A cerimônia de premiação será apresentada pelo ator Antonio Banderas e pela jornalista catalã María Casado.

Devido à pandemia de covid-19, que atinge fortemente a Espanha, a cerimônia no Teatro Soho em Málaga em 6 de março terá uma capacidade muito pequena.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade