Publicidade

Estado de Minas PARIS

França está 'reticente' com ideia de passaporte europeu de vacinação, diz secretário


17/01/2021 18:24

A França está "reticente" com o lançamento de um passaporte europeu de vacinação contra a covid-19 e com a discussão dessa questão no Conselho Europeu na próxima semana, disse seu secretário de Estado para Assuntos Europeus, Clément Beaune.

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, considerou, no entanto, no domingo, que este debate é "muito pertinente" e que será analisado na cúpula virtual da próxima quinta-feira.

"Estamos muito reticentes", declarou Clément Beaune pela manhã na estação France Info. "Se estamos falando de um papel, um documento, que autoriza você a viajar pela Europa, acho que é algo muito prematuro", acrescentou.

"É um debate que não tem razão de ser e que seria chocante. Estamos apenas começando com a campanha de vacinação na Europa e há direitos mais importantes para uns do que para outros. Não é assim que entendemos proteção e acesso a vacinas", disse ele.

Na terça-feira, o primeiro-ministro grego Kyriakos Mitsotakis pediu à União Européia (UE) que adote um certificado de vacinação "padronizado" para impulsionar o turismo, fortemente prejudicado pela pandemia do coronavírus.

Enquanto a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em princípio se mostrou favorável, a Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que "por enquanto" se opõe a este tipo de medida.

Porém, Michel considerou que, para introduzir esse tipo de certificado, deveria haver mais pessoas vacinadas. "Se fosse lançado muito cedo, provocaria muita frustração na Europa", alertou ele durante uma entrevista à emissora pública holandesa NPO neste domingo.

Embora reconhecesse que se trata de uma questão "delicada" no bloco, ele destacou que não há razão para "evitar" o debate.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade