Publicidade

Estado de Minas MOSCOU

Rússia expulsa diplomata búlgaro como medida de represália


28/12/2020 11:38

A Rússia anunciou nesta segunda-feira (28) que expulsará um diplomata búlgaro em represália a uma medida semelhante tomada em dezembro por Sofia contra uma autoridade russa, em um caso de espionagem.

"Em 28 de dezembro, o embaixador da Bulgária A. Krystin foi convocado ao ministério russo das Relações Exteriores, onde recebeu uma nota que declara persona non grata o assessor militar adjunto da embaixada búlgara em Moscou", declarou a diplomacia russa em um comunicado.

O ministério russo afirmou que o diplomata búlgaro tem 72 horas para abandonar a Rússia.

Essa é uma medida de represália contra a "decisão sem fundamentos" da Bulgária de expulsar em meados de dezembro o assessor militar russo em Sofia, acrescentou a diplomacia russa.

A Bulgária expulsou esse diplomata russo após a abertura de uma investigação por espionagem das tropas americanas estacionadas nesse país membro da OTAN.

Bulgária, também membro da União Europeia, manteve tradicionalmente estreitas relações políticas e econômicas com Moscou, mas os casos de espionagem que envolvem os nacionais russos estão aumentando.

Neste ano, vários diplomatas russos com cargos na Eslováquia, Noruega e Áustria foram expulsos, dentro de casos de espionagem ou de acusação de assassinato ordenado.

Moscou respondeu com ações recíprocas todas as vezes.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade