Publicidade

Estado de Minas

Petróleo recupera terreno, esperançoso com eventual acordo da Opep+


02/12/2020 18:49

Os preços internacionais do petróleo se recuperaram nesta quarta-feira (2) depois de duas sessões de queda, com os investidores esperançosos em um eventual entendimento entre a Opep e seus aliados (Opep+) sobre as cotas e os cortes de produção.

Em Nova York, o barril de "light sweet" (WTI) para entrega em janeiro fechou em alta de 1,64%, a 45,28 dólares.

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em fevereiro subiu 1,75%, fechando a 48,25 dólares.

Os dois contratos de referência foram impulsionados por "boatos de avanços na conclusão de um acordo de produção para o começo de 2021", destacou David Madden, da CMC Markets.

Depois de quatro horas de reunião na segunda-feira e conversas informais na terça, a Opep e seus aliados continuaram em negociações nesta quarta, confirmou à AFP uma fonte da organização.

Se não modificarem seu acordo, em vigor desde abril, cerca de 2 milhões de barris de petróleo diários retornarão ao mercado em primeiro de janeiro.

Alguns países querem manter os cortes atuais para além da data prevista e outros estimam que estas reduções voluntárias de produção representarão um esforço grande demais para a receita nacional.

O informe sobre as reservas nos Estados Unidos, publicado nesta quarta, não teve efeito nos preços.

As reservas comerciais de petróleo cru nos Estados Unidos caíram algo menos do que o esperado na semana passada, enquanto as de produtos destilados aumentaram fortemente para decepção do mercado.

Segundo o informe semanal difundido pela Agência Americana de Informação sobre Energia (EIA), as reservas de petróleo caíram 700.000 barris a 488,0 milhões de barris (mb) em 27 de novembro, quando os analistas esperavam uma baixa de 2 mb.

As reservas de produtos destilados, enquanto isso, subiram 3,2 mb, enquanto os analistas previram uma queda de 1,5 mb.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade