Publicidade

Estado de Minas Morte no Carrefour

Hamilton lamenta morte de João Alberto: "Mais uma vida preta perdida"

João Alberto Silveira Freitas, homem negro de 40 anos, foi espancado e morto por dois homens brancos em uma unidade do supermercado Carrefour, em Porto Alegre


21/11/2020 18:54

(foto: Instagram/Reprodução)
(foto: Instagram/Reprodução)

 
O heptacampeão da F-1 Lewis Hamilton afirmou, em uma imagem compartilhada em seu Instagram, que está devastado com a morte de João Alberto Silveira Freitas, homem negro que foi espancado até a morte no supermercado Carrefour de Porto Alegre na quinta-feira (19).
 
 

"Devastado por ouvir essa notícia, outra vida negra perdida mais uma vez. Ainda acontece e temos que lutar para impedir que continue. Mando mues pensamentos e preces para você, Brasil. Descanse em paz,João Alberto Silveira Freitas", escreveu.

Hamilton é um dos principais nomes do esporte mundial a se engajar no movimento antirracismo. Ele participou de protestos nas ruas depois da morte de George Floyd, que foi asfixiado por policiais brancos nos Estados Unidos.
 
Desde então, em todas as aparições públicas, o piloto destaca que "vidas negras importam". Já usou os dizeres no macacão. Depois quando o ato foi proibido por dirigentes da F-1 passou a usar máscaras com os dizeres.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade