Publicidade

Estado de Minas Bastidores

Irmão de princesa Diana reclama de divulgação de entrevista com a princesa

Vinte e cinco anos depois da morte da princesa, conde Charles Spencer, acusa o autor da entrevista de ter falsificado documentos


21/11/2020 10:55 - atualizado 21/11/2020 11:34

A entrevista com a princesa Diana, vista por 22,8 milhões de britânicos, caiu como uma bomba(foto: Wikimedia Commons)
A entrevista com a princesa Diana, vista por 22,8 milhões de britânicos, caiu como uma bomba (foto: Wikimedia Commons)

Charles Spencer expressou sua indignação pela investigação independente impulsionada pela BBC sobre a maneira em que um de seus jornalistas, acusado de falsificar documentos, obteve uma entrevista com sua irmã, a princesa Diana, em 1995 na qual ela relatou a ruptura de seu casamento.


"Disse à BBC que não estava muito satisfeito com os parâmetros estabelecidos para esta investigação sobre a entrevista de Diana", disse em um tuíte, no qual criticou o grupo audiovisual britânico por ter limitado a amplitude temporária da investigação.


A entrevista, vista por 22,8 milhões de britânicos, caiu como uma bomba: a princesa, que morreu dois anos depois em um acidente de carro em Paris, disse que havia "três pessoas" em seu casamento, referindo-se à relação de Carlos com Camila Parker Bowles. Ao mesmo tempo, admitiu ela mesma ter tido uma aventura.


Vinte e cino anos depois, o irmão da princesa, o conde Charles Spencer, acusou seu autor, o jornalista Martin Bashir, de ter falsificado documentos para obtê-la, especificamente extratos bancários - que mostraram-se falsos - para provar que os serviços de segurança pagavam duas pessoas para espionar sua irmã.


"Se não tivesse visto esses extratos bancários, nunca teria apresentado Bashir à minha irmã", disse Spencer em uma carta à BBC, denunciando métodos "desonestos".


A investigação analisará a conduta de Bashir e os "supostos registros bancários".


Também estudará de perto o que a BBC sabia e se a instituição protegeu seu jornalista ciente do ocorrido.


Na quarta-feira, o príncipe William, filho de Diana, recebeu com satisfação o início de uma investigação e disse que era "um passo na direção certa".


Diana e o príncipe Carlos se separaram em 1992 e se divorciaram em 1996. O príncipe, herdeiro da coroa, se casou com Camilla em uma discreta cerimônia civil em 2005.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade