Publicidade

Estado de Minas

Ativista de 19 anos é acusado de 'secessão' em Hong Kong


29/10/2020 01:01

Um ativista de Hong Kong de 19 anos foi acusado nesta quinta-feira de "secessão", tornando-se a primeira personalidade política a ser processada em virtude da lei de segurança nacional imposta pela China no território semiautônomo.

Dois dias após ser preso em uma cafeteria localizada em frente ao consulado americano em Hong Kong, Tony Chung foi acusado por um tribunal de secessão, lavagem de dinheiro e conspiração para publicar conteúdo sedicioso.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade