Publicidade

Estado de Minas

Filial malaia do Goldman Sachs se declara culpado por escândalo de corrupção 1MDB


22/10/2020 13:43

A unidade do banco americano Goldman Sachs na Malásia se declarou culpada em um tribunal nos Estados Unidos pelo escândalo de subornos do fundo soberano 1MDB e pagará US$ 2,9 bilhões de multa.

A admissão de culpabilidade por violar leis americanas sobre suborno é parte de um acordo para encerrar a investigação penal do caso de corrupção que envolve esse fundo de investimentos do governo da Malásia e evita que a matriz do Goldman Sachs se declare culpada, o que seria um golpe em seu prestígio.

O Goldman Sachs ajudou a reunir US$ 6,5 bilhões para esse fundo. O Departamento de Justiça dos Estados Unidos disse que mais de US$ 4,5 bilhões foram roubados do fundo por altos funcionários administradores entre 2009 e 2015.

A empresa matriz se declarou inocente no tribunal americano e concordou com um "processo diferido" por três anos e meio, que deve incluir uma série de condições, como um maior monitoramento.

O governo da Malásia retirou as acusações contra Goldman em julho, depois de fechar um acordo de US$ 3,9 bilhões de dóalres com o gigante financeiro.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade