Publicidade

Estado de Minas

Assassino de professor na França disse que "vingou o profeta" em mensagem de áudio


21/10/2020 12:01

O assassino do professor Samuel Paty, decapitado perto de Paris em 16 de outubro, enviou um áudio em russo nas redes sociais depois de publicar a foto da vítima, informaram fontes próximas ao caso.

Na mensagem, que teve a autenticidade verificada pela fonte e da qual a AFP teve conhecimento, Abdullakh Anzorov, um checheno nascido em Moscou, afirmou, em um russo pouco claro, que "vingou o profeta" e criticou o professor de História e Geografia por tê-lo "mostrado de maneira insultante".

"Irmãos, rezem para que Alá me aceite como mártir", afirma o assassino na mensagem, na qual parece agitado, segundo uma tradução da AFP.

A mensagem foi enviada em várias redes sociais, acompanhada de dois tuítes publicados por Anzorov, de 18 anos, nos quais admite que matou o professor do colégio de Bois d'Aulne de Conflans-Saint-Honorine, ao noroeste de Paris.

A polícia matou Anzorov pouco depois do crime, a 200 metros de distância do corpo da vítima.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade