Publicidade

Estado de Minas

Presidente do Olímpia deixa o cargo após punição da Fifa


29/09/2020 22:43

O presidente do Olimpia, Marco Trovato, renunciou ao cargo após ser banido do futebol pela Fifa por "manipulação de jogo" em 2018-2019, informou nesta terça-feira o clube paraguaio.

Trovato escreveu à diretoria da equipe "para solicitar afastamento das funções como presidente".

A comissão disciplinar do órgão máximo do futebol mundial suspendeu o agora ex-dirigente por suposto envolvimento em combinação de resultados de jogos, embora não tenha revelado os fundamentos da sanção.

Trovato disse que vai recorrer da punição ao Comitê de Apelação e anunciou que levará o assunto ao Tribunal Arbitral do Esporte (CAS), considerando que a acusação na qual a Fifa se baseou é "falsa e completamente inverídica".

O paraguaio reiterou que no processo movido contra ele não houve espaço para se defender e que o mesmo foi fruto de "um complô armado no Paraguai" por dirigentes de outros clubes.

O agora ex-presidente do Olimpia, o clube mais antigo e vitorioso do país, acusou o próprio diretor da Associação Paraguaia de Futebol (APF), Robert Harrison, ex-dirigente do Clube Nacional, time da primeira divisão local.

Alguns meios de comunicação paraguaios ligaram Trovato à empresa de apostas esportivas "Apostala".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade