Publicidade

Estado de Minas

Cúpula da UE é adiada após caso de covid-19 no entorno de Charles Michel


22/09/2020 13:13

A cúpula de líderes da União Europeia (UE), prevista para quinta e sexta-feira, foi adiada uma semana após um membro da equipe de segurança do chefe do Conselho Europeu, Charles Michel, testar positivo para o novo coronavírus.

Michel, que é presidente deste órgão, "decidiu adiar o Conselho Europeu extraordinário de 24 e 25 de setembro para 1o e 2 de outubro", anunciou o porta-voz oficial, Barend Leyts.

De acordo com a mesma fonte, Michel foi informado que "um oficial de segurança, com quem esteve em contato na semana passada, resultou positivo para a covid-19" e, por conta disso, decidiu adiar a cúpula.

O presidente do Conselho Europeu "é regularmente submetido a testes e, ontem, resultou negativo. Em respeito à normativa belga, iniciou uma quarentena nesta terça-feira", acrescentou Leyts.

Esta cúpula extraordinária foi convocada para discutir assuntos diplomáticos urgentes e era estimada para ser dominada pela situação em Belarus, assim como pela tensão no Leste do mar Mediterrâneo, entre Turquia e Grécia.

A cúpula também deve se concentrar no andamento do grande plano europeu de recuperação diante da pandemia de coronavírus, um plano ambicioso adotado em julho.

Líderes europeus e seus ministros retomaram suas reuniões presenciais, mas mantendo uma distância física de segurança. Em Bruxelas, ainda devem respeitar as normas belgas de quarentena e de confinamento adotadas para enfrentar a pandemia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade