Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Em convenção republicana, Lara Trump destaca criação de emprego para mulheres


27/08/2020 07:30

Lara Trump, nora do presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou, na terceira noite da convenção republicana, que o chefe de Estado americano defende as mulheres, inclusive porque 4,3 milhões de empregos criados em 2019 no país foram ocupados por pessoas do sexo feminino.

De acordo com Lara Trump, a eleição à Casa Branca neste ano não será decidia apenas entre Donald Trump e o candidato democrata Joe Biden, mas sim "se vamos manter a América ou se vamos rumo ao socialismo". Segundo ela, se Biden for eleito em 3 de novembro, os EUA terão diversos problemas, sobretudo os relacionados ao aumento da violência urbana, pois ele "não manterá o nosso sonho de modo de vida americano."

A senadora Joni Ernst (Iowa) afirmou que o presidente Donald Trump firmou acordos comerciais com Japão, México e Canadá que ajudaram de forma expressiva a venda de mercadorias produzidas por fazendeiros em seu Estado.

A senadora afirmou que a escolha para as eleições nos EUA é uma opção clara entre o progresso, representado por Donald Trump, e o retrocesso econômico e social, com Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca. "O plano new deal verde dos democratas vai banir o uso de carros movidos a gasolina no país."

'Democracia frágil'

Kellyanne Conway, conselheira do presidente dos EUA, Donald Trump, destacou na convenção Republicana que no país "a democracia é jovem e frágil" e defendeu a reeleição do atual chefe de Estado americano.

Kellyanne destacou que Donald Trump elevou várias mulheres a posições-chave da sua administração. "Heróis do dia a dia na América têm um líder no presidente Trump." A conselheira deverá deixar o cargo no fim deste mês para se dedicar à família.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade