Publicidade

Estado de Minas PRISÃO

Steve Bannon, ex-conselheiro de Trump e próximo de Bolsonaro, é preso por fraude

Bannon é acusado de fraude contra cidadãos que doaram dinheiro para a construção de um muro na fronteira com o México


20/08/2020 11:19 - atualizado 20/08/2020 11:43

Steve Bannon, ex-conselheiro do presidente americano Donald Trump, foi detido nesta quinta-feira (20) e acusado de fraude contra cidadãos que doaram dinheiro para a construção de um muro na fronteira com o México, anunciou a Procuradoria de Nova York.


A procuradora interina do distrito sul de Nova York, Audrey Strauss, disse que Bannon e outros três acusados "cometeram uma frande de centenas de milhares de dólares, capitalizando seu interesse de financiar um muro na fronteira para arrecadar milhões de dólares, sob o falso pretexto de que todo o dinheiro seria gasto na construção", quando na verdade parte da quantia "foi destinada a financiar o luxuoso estilo de vida" de Brian Kolfage, fundador da campanha "We Build the Wall" )"Nós Construímos o Muro").

Bannon também ficou conhecido no Brasil por ser muito próximo da família Bolsonaro. Ele declarou apoio a Jair Bolsonaro (sem partido) nas eleições de 2018, e manteve relações com Eduardo Bolsonaro, filho do presidente.

Os dois se encontraram e Eduardo postou uma foto com Bannon nas redes sociais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade