Publicidade

Estado de Minas

Banco Central argentino renova acordo de swap de moedas com a China


06/08/2020 19:01

Nesta quinta-feira, o Banco Central da Argentina (BCRA) renovou seus contratos de swap de moeda com o Banco da China, por um período de três anos, para manter o nível de reservas internacionais.

O valor do swap é de 130 bilhões de iuanes, cerca de 18,5 bilhões de dólares, informou uma fonte da autoridade monetária à AFP.

A fonte também especificou que a cláusula que obrigava a Argentina a manter seu programa com o Fundo Monetário Internacional (FMI), uma exigência adicionada em 2018 pelo então chefe do BCRA Federico Sturzenegger, foi removida.

O swap é uma troca de moedas entre dois países, que não tem custo enquanto as moedas não são usadas, mas é contabilizada nas reservas, neste caso da Argentina.

As reservas internacionais do Banco Central somam 43.348 milhões de dólares, de acordo com os dados oficiais mais recentes da segunda-feira.

O primeiro contrato de swap cambial entre os bancos centrais da Argentina e da China foi assinado em 2009, o segundo em 2014 e renovado em 2017.

Em seguida, foi complementado por um contrato complementar no final de 2018, informou o BCRA.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade