Publicidade

Estado de Minas

Explosões no porto de Beirute foram causadas por 2.750 toneladas de nitrato de amônia


04/08/2020 19:37

Cerca de 2.750 toneladas de nitrato de amônio foram armazenadas no depósito do porto de Beirute que explodiu nesta terça-feira, causando mortes e danos sem precedentes na capital libanesa, informou o primeiro-ministro Hassan Diab.

"É inadmissível que um carregamento de nitrato de amônio, estimado em 2.750 toneladas, esteja em um armazém há seis anos, sem medidas preventivas. Isso é inaceitável e não podemos permanecer calados sobre esse assunto", declarou o primeiro-ministro durante o reunião do Conselho de Alta Defesa, de acordo com declarações citadas por um porta-voz em entrevista coletiva.

O nitrato de amônio é um fertilizante químico e também um componente de explosivos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade