Publicidade

Estado de Minas

ExxonMobil e Chevron registram perdas milionárias por pandemia


31/07/2020 17:31

As petrolíferas americanas Chevron e ExxonMobil, afetadas pela queda nos preços do petróleo devido ao coronavírus, perderam bilhões de dólares no segundo trimestre do ano e planejam continuar reduzindo os custos nos próximos meses.

A ExxonMobil registrou um prejuízo líquido de US$ 1,1 bilhão. É a segunda vez desde a fusão da Exxon-Mobil em 1999 que a empresa, que já estava no vermelho no primeiro trimestre, perdeu dinheiro.

A companhia petrolífera viu sua produção diminuir 7% durante o período, equivalente a 3,6 milhões de barris de petróleo por dia, e suas vendas caíram mais da metade, para US $ 32,61 bilhões.

O grupo iniciou medidas drásticas para reduzir custos.

A Chevron, afetada por encargos relacionados à queda dos preços do petróleo e suas operações na Venezuela, registrou uma perda líquida de US$ 8,3 bilhões no segundo trimestre na sexta-feira.

"Os últimos meses apresentaram desafios únicos", disse o presidente da Chevron, Michael Wirth, em comunicado. "O impacto econômico da resposta ao COVID-19 reduziu bastante a demanda por nossos produtos e reduziu os preços das matérias-primas.

Com as incertezas associadas à recuperação econômica e ao abundante suprimento de petróleo e gás, analisamos nossa perspectiva sobre os preços das commodities, que se traduz em depreciação de ativos e outros encargos ", explicou.

O grupo registrou em suas contas uma cobrança de US$ 1,8 bilhão relacionada à queda nos preços do petróleo. A Chevron também registrou uma taxa de depreciação de US$ 2,6 bilhões por seus ativos na Venezuela devido a "incertezas sobre o ambiente atual" de suas operações naquele país, bem como uma taxa de US$ 437 milhões por efeitos cambiais e outra de 780 milhões relacionados à saída de funcionários.

Excluindo elementos excepcionais, o grupo registrou uma perda de 3.000 milhões. Ajustado por ação, a perda é de US$ 1,59, enquanto os analistas prevêem 93 centavos.

Sua receita no período caiu 56%, para US$ 15,9 bilhões, significativamente abaixo do esperado pelos analistas, que previam US$ 21,9 bilhões.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade