Publicidade

Estado de Minas AMEAÇA

Mulher branca aponta arma para família negra após discussão em estacionamento

"Nunca me senti tão impotente na vida", escreveu Takelia Hill em relato do ocorrido nas redes sociais


postado em 02/07/2020 17:28

Mulher sacou arma e ameaçou família negra para sair do estacionamento de lanchonete nos EUA(foto: Reprodução/Facebook)
Mulher sacou arma e ameaçou família negra para sair do estacionamento de lanchonete nos EUA (foto: Reprodução/Facebook)
Uma mulher negra e sua filha de 15 anos foram ameaçadas por uma mulher branca, que durante cerca de 40 segundos manteve uma arma apontada para elas no estacionamento de uma lanchonete nos Estados Unidos. O caso aconteceu nessa quarta-feira (1) na cidade de Orion Charter Township
A discussão começou após a mulher branca esbarrar na adolescente na entrada do estabelecimento. Em seguida, a mulher teria xingado a jovem. "Antes que eu pudesse entrar na Chipotle essa mulher estava saindo, e eu havia saído do caminho para que ela pudesse sair", relata Makayla Green. "Ela esbarrou em mim e eu disse: 'Com licença'. E então ela começou a me xingar e dizer coisas como se eu estivesse invadindo seu espaço pessoal".

Makayla conta que ficou assustada com a reação da mulher e chamou a sua mãe. A discussão acabou prosseguindo para o estacionamento do local, onde Takelia Hill, mãe da adolescente, pediu que a outra mulher se desculpasse. 

Após a negativa, a mulher afirmou que Takelia estava impedindo-a de entrar no seu carro. Nesse momento, o motorista desceu do veículo para abrir a porta e deixar a mulher entrar. Enquanto isso, Makayla e sua mãe acusavam-na de "ignorante" e "racista".

Mesmo depois de entrar no carro, a mulher continuou a discussão e respondeu às acusações da mãe e da filha. "Você não pode simplesmente andar por aí chamando os brancos de racistas. Este não é esse tipo de mundo. Os brancos não são racistas, ninguém é racista". 

O casal tentou deixar o estacionamento, mas Takelia, que estava atrás do veículo, bateu com as mãos no vidro traseiro, acreditando que seria atropelada. Em seguida, a mulher e o motorista descem do carro e ela aponta a arma para a família. 

Em vídeo divulgado nas redes sociais, é possível ouvir a agressora dizendo para Takelia se afastar e não ir atrás do carro. Takelia, por sua vez, pede para alguém chamar a polícia e anotar a placa do veículo.

"Então, essa é a América ... Nunca na minha vida uma arma foi apontada para mim e enquanto eu estava com minhas três filhas, nunca me senti tão impotente na vida", escreveu Takelia nas redes sociais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade