Publicidade

Estado de Minas

Novo resgate de migrantes do 'Ocean Viking' no Mediterrâneo


postado em 30/06/2020 23:25

O navio humanitário "Ocean Viking" socorreu nesta terça-feira (30) 63 migrantes que tentam cruzar o Mediterrâneo para chegar à Europa, constatou um jornalista da AFP, o que eleva a 180 as pessoas resgatadas por este navio em cinco dias.

Um total de 47 migrantes à deriva em uma embarcação de madeira azul, principalmente homens de Bangladesh, Sudão do Sul, Paquistão e Gana, foram recolhidos na última hora da tarde pelo navio-ambulância da Organização SOS Méditerranée.

Como nas operações realizadas pelo navio na quinta-feira passada, estas 47 pessoas estavam amontoadas em uma embarcação de madeira equipada artesanalmente com um motor.

Foi prestado socorro a "30 milhas náuticas (55 km) ao sul de (a ilha italiana de) Lampedusa em águas internacionais sob responsabilidade maltesa", informou a SOS Méditerranée, que arrenda o "Ocean Viking", no qual viajava um jornalista da AFP.

Segundo os primeiros elementos disponíveis, os migrantes fugiam da Líbia e passaram três dias e noites no mar antes de o navio de bandeira norueguesa intervir.

Na noite desta terça-feira, os socorristas ajudaram 16 tunisianos, entre eles quatro crianças e uma mulher, que afirmam ter zarpado da costa da Tunísia, de Zarzis, na noite anterior até chegar a Lampedusa. A operação ocorreu 40 milhas náuticas (74 km) ao sul desta ilha, informou a SOS Méditerranée.

Na quinta-feira passada, com a retomada das operações, suspensas por três meses pela crise sanitária causada pelo novo coronavírus, o "Ocean Viking" ajudou 118 migrantes que também fugiam da Líbia em dois barcos.

Na noite de segunda-feira, um destes migrantes foi posto em quarentena e em seguida levado a um navio da guarda costeira italiana.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade