Publicidade

Estado de Minas

Casa Branca afirma que Trump lê os relatórios de inteligência


postado em 30/06/2020 21:25

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, "lê" os relatórios de inteligência, afirmou a Casa Branca nesta terça-feira (30) em resposta às críticas por seu desconhecimento de um suposto esquema no qual a Rússia teria pago ao Talibã para matar tropas americanas no Afeganistão.

O New York Times informou, citando duas fontes oficiais, que o presidente havia recebido um relatório escrito sobre essa questão no final de fevereiro, negando a versão do presidente de que ele não foi informado sobre essa ameaça.

Os democratas pediram mais informações às agências de inteligência nesta terça-feira, enquanto aumentavam as dúvidas sobre o grau de envolvimento do presidente em questões delicadas e a atenção que ele dá aos documentos confidenciais enviados a ele.

"O presidente lê", disse a secretária de imprensa Kayleigh McEnany durante uma conferência. "Ele é frequentemente informado sobre questões de inteligência", acrescentou.

A Casa Branca disse na segunda-feira que o relatório ainda não havia sido repassado a Trump porque não havia sido verificado.

Os democratas pediram ao diretor da Inteligência Nacional, John Ratcliffe, e à chefe da CIA, Gina Haspel, mais informações e explicações por que o Congresso não foi informado.

"Precisamos saber se e quando o presidente Trump recebeu essas informações", disse o líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer, na segunda-feira.

A relação do presidente dos EUA com a Rússia passou a ser suspeita desde que, durante sua campanha, prometeu melhorar as relações com seu colega russo Vladimir Putin e especialmente, após uma investigação sobre a interferência de Moscou nas eleições de 2016.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade