Publicidade

Estado de Minas

Soldados sírios morrem em ataques aéreos israelenses


postado em 23/06/2020 18:31

Dois soldados sírios morreram em um ataque aéreo realizado na noite desta terça-feira (23) na província de Sweida, sul da Síria, reportou a agência oficial de imprensa Sana, que atribuiu o bombardeio a Israel.

Uma das posições do Exército sírio foi alvo "de mísseis hostis perto da cidade de Salkhad, no sul de Sweida, que provocaram a morte de dois soldados e feriram quatro", informou uma fonte militar citada pela agência. Na terminologia do regime, "hostis" significa israelenses.

"Vários mísseis hostis foram igualmente lançados sobre nossas posições militares em Kababej, no oeste de Deir Ezzor e na região de Al-Sukhna", acrescentou a fonte, sem citar vítimas.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) indicou, por sua vez, que os bombardeios israelenses alcançaram "posições de milícias iranianas em Tel al-Sahen", mas não pôde informar se houve mortos. O Exército de Israel disse à AFP que não comenta informações da imprensa estrangeira.

Desde o início do conflito, em 2011, na vizinha Síria, Israel lançou numerosos ataques aéreos (cuja autoria de alguns reivindicou) contra as forças do regime sírio, mas também contra aliados de Damasco, como Irã e o movimento xiita libanês Hezbollah, inimigos do Estado hebreu. O governo israelense poucas vezes confirma seus ataques na Síria, mas costuma insistir em que não deixará que o país se torne cabeça de ponte de Teerã.

Desencadeada pela repressão a manifestações pró-democracia, a guerra na Síria se tornou mais complexa a partir da intervenção de vários países e já causou mais de 380 mil mortes.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade