Publicidade

Estado de Minas

Juiz dos EUA proíbe a Califórnia de alertar que Roundup causa câncer


postado em 23/06/2020 16:07

Um juiz dos Estados Unidos proibiu definitivamente o estado da Califórnia de colocar um alerta sobre o câncer no herbicida Roundup da Bayer, concedendo uma vitória à empresa alemã que se defende em várias frentes judiciais por acusações contra o produto.

Embora o glifosato, usado no herbicida Roundup, tenha sido classificado pela agência da OMS em 2015 como "provavelmente cancerígeno", o juiz de distrito William Shubb disse que há "várias outras organizações", incluindo a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos e outras agências da OMS, que "concluíram que não há evidências suficiente de que o glifosato cause câncer".

Shubb, que em 2018 havia emitido uma ordem judicial preliminar contra a Califórnia sobre o assunto, tornou a ordem permanente e rejeitou o argumento do estado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade