Publicidade

Estado de Minas TIPO SANGUÍNEO

Coronavírus: risco pode ser maior ou menor dependendo do tipo sanguíneo, diz estudo

Pesquisa preliminar realizada na China descobriu que pessoas com tipo sanguíneo A são mais vulneráveis ao novo coronavírus


postado em 17/06/2020 12:04 / atualizado em 17/06/2020 12:14

(foto: Pixabay/Reprodução)
(foto: Pixabay/Reprodução)
Cientistas da Southern University of Science and Technology (SUSTech), em Shenzhen, na China, em parceria com outras instituições chinesas, analisaram a relação entre o tipo sanguíneo e os pacientes internados por conta da COVID-19 e, descobriram que a proporção de pessoas com o sangue do tipo A entre os hospitalizados é muito maior do que na amostra da população em geral.

Os pesquisadores analisaram o tipo sanguíneo de 2.173 pacientes internados com COVID-19, em três hospitais de Wuhan e Shenzhen. A equipe comparou o número de internados com um grupo representativo da população de Wuhan, um total de 3.694 pessoas.

Com base nesses dados, os pesquisadores concluíram que pessoas do tipo sanguíneo A correm mais riscos de contrair o novo coronavírus quando comparadas com as de outros grupos sanguíneos. Já as pessoas com o tipo sanguíneo O são as que têm o menor risco de infecção.

O estudo analisou a necessidade de hospitalização por conta do coronavírus, o que significa que os pesquisadores examinaram apenas pacientes que precisaram ser hospitalizados, mas não os que tinham sintomas brandos e permaneceram em isolamento social.

Os resultados ainda são preliminares e não foram publicados em revistas científicas. O que significa que outros especialistas não tiveram a chance de avaliar a metodologia e as conclusões do estudo. 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade