Publicidade

Estado de Minas ESTADOS UNIDOS

Irmão de Obama afirma que ex-presidente dos EUA nasceu no Quênia

Em postagem no Twitter, Malik apresentou uma suposta certidão de nascimento que há anos gera controvérsia nas redes sociais


postado em 16/06/2020 17:14 / atualizado em 16/06/2020 17:53

Malik Obama é meio-irmão do ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama(foto: Reprodução/Twitter)
Malik Obama é meio-irmão do ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama (foto: Reprodução/Twitter)
Malik Obama, meio-irmão do ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, reascendeu uma polêmica e afirmou, em sua conta no Twitter, que o irmão, na verdade, teria nascido no Quênia. Não é permitido que estrangeiros se candidatem à Presidência dos EUA.

A publicação foi feita na noite da última segunda-feira (16). Na postagem, Malik apresentou uma suposta certidão de nascimento do ex-presidente. 
 
 

Produto do Photoshop

O certificado em questão, no entanto, surge em ondas, na internet, desde o primeiro mandato de Obama e foi desmascarado várias vezes como documento adulterado com a ajuda do Photoshop. O erro mais grotesco na falsificação é o fato de o Quênia ser listado como a "República do Quênia".

A partir da data registrada no documento, passariam mais dois anos até que o Quênia conquistasse sua independência e três anos para adotar o nome 'República'. Isso significaria que o falsificador do documento teria perdido esse pequeno detalhe histórico.

A idade do pai de Obama também está incorreta no documento. Além disso, o certificado foi revelado como uma cópia exata da certidão de nascimento de um homem australiano.


Conspiração

Existe uma teoria da conspiração nos Estados Unidos que levanta, de tempos em tempos, a hipótese de que Obama não teria nascido no país. Um dos grandes defensores dessa teoria é o atual presidente, Donald Trump.

O republicano Trump já afirmou que o ex-presidente Obama nasceu no Quênia e o repreendeu formalmente e exigiu que ele mostrasse sua certidão de nascimento. Isso acabou acontecendo quando o estado do Havaí, onde  Obama realmente nasceu, divulgou o certificado. Apesar disso, os teóricos da conspiração nunca deixaram o tópico morrer e devem fazer a polêmica surfar em uma onda nova, agora, depois da postagem de Malik Obama.
 
 
 
*Estagiária sob supervisão da editora Liliane Corrêa


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade