Publicidade

Estado de Minas

Estados Unidos registram 919 mortes pelo novo coronavírus em 24 horas

Os profissionais de saúde se dizem preocupados com uma eventual segunda onda da doença nas próximas semanas


postado em 03/06/2020 22:25 / atualizado em 03/06/2020 23:57

Os Estados Unidos são, com folga, o país mais afetado do mundo em termos absolutos na pandemia da COVID-19(foto: CHIP SOMODEVILLA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP )
Os Estados Unidos são, com folga, o país mais afetado do mundo em termos absolutos na pandemia da COVID-19 (foto: CHIP SOMODEVILLA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP )
O novo coronavírus provocou 919 mortes nas últimas 24 horas nos Estados Unidos, segundo contagem divulgada às 20h30 locais desta quarta-feira (21h30 de Brasília) pela Universidade Johns Hopkins.


A nova cifra eleva a 107.000 o total de óbitos no país, onde foram diagnosticados quase 1.850.000 casos, segundo cifras desta universidade de Baltimore.


Os Estados Unidos são, com folga, o país mais afetado do mundo em termos absolutos na pandemia da COVID-19.


Apesar de a pandemia ter desacelerado nos Estados Unidos desde o pico, alcançado em meados de abril, os profissionais de saúde se dizem preocupados com uma eventual segunda onda nas próximas semanas, devido aos protestos multitudinários contra a violência policial e o racismo.


Há mais de uma semana, centenas de milhares de manifestantes vão às ruas sem manter o distanciamento social recomendado pelas autoridades sanitárias, exigindo suas demandas e, em muitos casos, tossindo por causa das bombas de gás lacrimogêneo com as quais as forças de segurança dispersam as concentrações em algumas das mais de 140 cidades onde protestos foram registrados.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade