Publicidade

Estado de Minas

Procurador-geral pede que partido de Guaidó seja declarado 'organização terrorista'


postado em 25/05/2020 15:07

O procurador-geral da Venezuela, Tarek William Saab, pediu nesta segunda-feira (25) ao Supremo Tribunal de Justiça (TSJ) que declare "organização terrorista" o partido político Vontade Popular, do líder da oposição Juan Guaidó, o qual vincula a uma incursão armada pelo mar fracassada.

Saab, de linha chavista, acusou o Vontade Popular e Guaidó - chefe do Parlamento reconhecido como presidente interino da Venezuela por cinquenta países, com Estados Unidos à frente - de promover ações desestabilizadoras "em plena pandemia" de COVID-19 para "explodir a Venezuela".

Com o "dinheiro roubado" pelo "movimento terrorista", "financiaram uma incursão mercenária contra nosso território", acrescentou o promotor sobre a operação que o governo também atribui aos Estados Unidos e Colômbia.

A legislação venezuelana estabelece penas de até 30 anos por acusações de terrorismo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade