Publicidade

Estado de Minas

Pelo menos 13 supostos jihadistas morrem em Burkina Faso


postado em 24/05/2020 20:55

Pelo menos 13 supostos jihadistas morreram no sábado em um confronto com o exército na província de Sum, no norte de Burkina Faso, informaram autoridades locais.

"Um conflito entre grupos armados terroristas e unidades militares de Sum em uma missão de reconhecimento ocorreu na área de Gaseliki [província de Sum] no sábado. Treze jihadistas foram mortos por unidades que reagiram rapidamente", de acordo com a fonte.

Burkina Faso frequentemente sofre ataques jihadistas, às vezes misturados com conflitos intercomunitários e que desde 2015 deixaram cerca de 900 mortos e forçaram 840.000 pessoas a fugir de suas casas.

A violência afeta toda a região do Sahel africano e deixou 4.000 mortos no Mali, Níger e Burkina em 2019, segundo a ONU.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade