Publicidade

Estado de Minas

Morreu o aclamado escritor sueco Per Olov Enquist aos 85 anos


postado em 26/04/2020 08:31

Per Olov Enquist, um dos escritores mais aclamados da Suécia, autor de "A Visita do Médico Real", morreu aos 85 anos, informou sua família à imprensa sueca neste domingo (26).

Patriarca da literatura escandinava do século XX, Enquist é conhecido por suas poderosas histórias, entre a sua própria vida melancólica até o lado sombrio da história.

Em seus romances, peças de teatro e ensaios, baseou-se em sua própria experiência como criança oprimida em um lar estritamente religioso, como atleta, jornalista e alcoólatra destrutivo.

Seus livros - incluindo "Kristallögat" (1961), "Liknelseboken" (2013), "Magnetisörens femte vinter" (1964) e "Musikanternas uttåg" (1978) - foram traduzidos para dezenas de idiomas.

O autor, nascido em 1934 em Hjoggbole, no norte da Suécia, recebeu em 2001 o August Prize, o maior reconhecimento literário da Suécia, por "A Visita do Médico Real", que lhe rendeu fama internacional e conta ao história de um romance entre o médico do louco rei dinamarquês Christian VII e a rainha.

Enquist, conhecido na Suécia por suas iniciais P.O., ganhou um segundo August com sua impactante autobiografia "Ett annat liv" (2008), cujo título é uma homenagem a "A life" de August Strindberg, pai da literatura sueca moderna.

"A importância de P.O. Enquist para a vida cultural sueca na década de 1960 não pode ser exagerada. Foi o modelo do poeta socialmente comprometido que influenciou gerações de jovens escritores. Deixa um vazio e é impensável que ele se vá", escreve Bjorn Wiman, editor das páginas de cultura do jornal Dagens Nyheter.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade