Publicidade

Estado de Minas

Brasil registra 407 mortes em um dia e ultrapassa 3.000 óbitos por COVID-19


postado em 23/04/2020 20:07

O Brasil registrou 407 mortes em 24 horas devido ao novo coronavírus, um recorde desde o primeiro óbito em meados de março, elevando o número de vítimas fatais para 3.313, informou o Ministério da Saúde nesta quinta-feira(23).

Os contágios tiveram um aumento de 3.735 casos, totalizando 49.492 desde o primeiro diagnóstico no final de fevereiro, informou o relatório.

O número diário de mortos registrou um salto de 14% entre quarta e quinta-feira. Desde 17 de abril, o aumento percentual diário não havia registrado dois dígitos.

As curvas de contágio e óbitos continuam crescendo no país com o maior número de mortes na região e o pico deve ocorrer em maio.

O ministro da Saúde, Nelson Teich, que assumiu o cargo na última sexta-feira após a polêmica demissão de seu antecessor, considerou prematuro atribuir a aceleração da tendência a um maior número de mortes e a possibilidade de realizar mais testes de Covid-19.

"A gente teve um aumento nos óbitos que foi acima do que vinha acontecendo anteriormente, 407, a gente não sabe se isso aí representa um esforço de fechar diagnóstico ou uma linha de tendência de aumento", disse Teich em coletiva de imprensa em Brasília.

Na quarta-feira, Teich disse que o governo está desenhando um plano para a principal economia latino-americana retomar suas atividades, de acordo com as demandas do presidente Jair Bolsonaro, que critica o isolamento social por considerar que paralisa a economia.

São Paulo é o estado mais atingido pela pandemia, com 1.345 mortes (40% do total) e 16.740 casos (33% do total).

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou na quarta-feira que planeja reabrir a economia gradualmente e por setor a partir de 11 de maio.

Rio de Janeiro e Minas Gerais também estão preparando medidas para relaxar a quarentena. Em outros estados, como Santa Catarina, assim como o Distrito Federal de Brasília, algumas atividades já foram reabertas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade