Publicidade

Estado de Minas

VW pagará ao menos 620 milhões de euros na Alemanha por 'dieselgate'


postado em 20/04/2020 12:19

A fabricante de automóveis alemã Volskwagen anunciou nesta segunda-feira (20) que desembolsará pelo menos 620 milhões de euros para compensar mais de 200.000 clientes, como parte de um acordo amigável para encerrar o maior julgamento do "dieselgate" na Alemanha.

O grupo e a associação de consumidores VZBV, que liderava a batalha judicial semelhante a uma "class action" do tipo americana com inúmeros autores, concluíram no final de fevereiro um acordo que prevê que 260.000 clientes possam acessar uma compensação de até 830 milhões de euros no total.

Cerca de 200.000 receberão "nos próximos dias" uma oferta de pagamento firme de "entre 1.350 e 6.250 euros", dependendo do tipo e da idade do veículo, equipado com um motor diesel fraudado, afirma a Volkswagen.

Contam com duas semanas para eventualmente rejeitar o pagamento, antes do desembolso "a partir de 5 de maio".

Cerca de 21.000 dossiês ainda estão sendo examinados, enquanto o prazo para registro na plataforma on-line do grupo foi prorrogado por dez dias, até 30 de abril.

Mais de 250.000 pessoas se inscreveram até o momento, afirmou um porta-voz da empresa.

"Partimos do princípio de que o número de acordos vai aumentar após a verificação de muitos pedidos recebidos de última hora", destaca diretor jurídico da Volkswagen, Manfred Döss, citado em um comunicado.

O escândalo do "dieselgate" ocorreu em setembro de 2015, quando a gigante automobilística alemã reconheceu que havia equipado 11 milhões de veículos com dispositivos fraudulentos.

Trata-se do "maior acordo amigável" da história alemã, segundo a VZBV.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade