Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Vítima da COVID-19, fotógrafo de E.T. morre aos 77 anos

Allen Daviau fez a fotografia de filmes como 'A cor púrpura' e foi indicado cinco vezes ao Oscar


postado em 17/04/2020 04:00

Allen Daviau fez a fotografia de filmes como A cor púrpura e foi indicado cinco vezes ao Oscar(foto: Valerie Macon/AFP)
Allen Daviau fez a fotografia de filmes como A cor púrpura e foi indicado cinco vezes ao Oscar (foto: Valerie Macon/AFP)


Allen Daviau, fotógrafo de E.T: o extraterrestre (1982) e outros filmes do diretor Steven Spielberg, morreu aos 77 anos, na quarta-feira, em Los Angeles, vítima da COVID-19. A notícia foi dada pelo editor e escritor Colman Andrews, em publicação no Twitter. “RIP Allen Daviau, meu amigo há quase 60 anos, diretor de fotografia e bon vivant, cinco vezes indicado ao Oscar, companheiro extraordinário de restaurante, alma pura, que nos deixou ontem à noite (quarta-feira) no Hospital MPTF, sua casa de longa data, depois de contrair a COVID-19. Salut, mon ami”.

Natural de Nova Orleans, Daviau foi indicado ao Oscar de melhor cinematografia pelos filmes de Spielberg  A cor púrpura (1985), Império do Sol (1987) e E.T. Além disso, ele foi indicado pelo trabalho nos filmes Avalon (1990) e Bugsy (1991), de Barry Levinson. Em comunicado, Spielberg disse: “Em 1968, Allen e eu iniciamos nossas carreiras lado a lado com o curta Amblin. Allen era um artista maravilhoso, mas seu calor e humanidade eram tão poderosos quanto suas lentes. Ele era um talento singular e um ser humano bonito”.

Daviau iniciou na profissão de diretor de fotografia gravando videoclipes musicais da era anterior à MTV, para artistas como Animals e Jimi Hendrix. Em 1983, ele conversou com a revista American Cinematographer sobre a preparação para as filmagens de E.T.: “Sentamos com Steven e começamos a exibir filmes juntos. Esta é a melhor maneira que conheço para começar, assistindo nossos próprios filmes e os de outras pessoas, discutindo-os, evoluindo o estilo que queremos atingir”.

Daviau também descreveu sua cena favorita em do filme: “Seria aquele em que o jovem (Henry Thomas) diz: ‘Estou mantendo-o’. A garotinha (Drew Barrymore) avança, há destaques nos olhos do ET, nenhum detalhe no rosto e a luz é amarela, o efeito é muito semelhante ao de uma pintura de Maxfield Parrish”. Entre outros trabalhos de Allen Daviau estão A traição do Falcão (1985), de John Schlesinger, Em defesa da vida (1991), de Albert Brooks, e Sem medo de viver (1993), de Peter Weir.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade