Publicidade

Estado de Minas EUA

Eleições americanas: Bernie Sanders abandona corrida por indicação democrata

Depois de anunciar sua desistência pela disputa democrata, Sanders promete trabalhar com Biden para derrotar Trump em novembro


postado em 09/04/2020 04:00

Senador Sanders (e) desistiu de concorrer à Presidência dos EUA e prometeu apoio a Joe Biden(foto: Saul Loeb/AFP)
Senador Sanders (e) desistiu de concorrer à Presidência dos EUA e prometeu apoio a Joe Biden (foto: Saul Loeb/AFP)


O aspirante à Casa Branca Bernie Sanders anunciou ontem que abandonou a disputa pela indicação democrata, abrindo caminho para seu rival Joe Biden concorrer contra o republicano Donald Trump em novembro. Sanders, senador de 78 anos que se autodefine como um "socialista democrático", comunicou a decisão para sua equipe durante uma teleconferência, antes de se dirigir a seus partidários em mensagem de vídeo.

"Hoje, estou suspendendo minha campanha. Mas, mesmo que a campanha termine, a luta pela justiça continua", disse o senador na mensagem aos seus seguidores, transmitida ao vivo em sua conta no Twitter. Figura da esquerda americana, Sanders encerra sua segunda tentativa de obter a indicação presidencial democrata, depois de ser derrotado em 2016 por Hillary Clinton.

Dessa forma, Biden, ex-vice-presidente de Barack Obama, de 77 anos, deve enfrentar Trump em 3 de novembro. Mas ele ainda não foi oficialmente indicado como candidato pelo partido na convenção nacional, adiada para agosto, devido à pandemia de coronavírus.

Depois do anúncio de Sanders, Joe Biden pediu aos apoiadores do até então rival que se juntem à sua campanha. "Eu sei que preciso ganhar seus votos. E sei que isso pode levar tempo. Mas eu quero que saibam que vejo vocês, ouço vocês e entendo a urgência deste momento. Espero que vocês se juntem a nós. Vocês são mais que bem-vindos: precisamos de vocês", tuitou Biden em uma mensagem aos apoiadores de Sanders.

O candidato democrata à Presidência dos EUA, Joe Biden, agradeceu a postura de seu rival, Bernie Sanders."Eu conheço Bernie bem. Ele é um bom homem, um grande líder e uma das vozes mais poderosas para mudar nosso país. Vocês não fizeram uma campanha política, vocês criaram um momento. E sem erro, nós acreditamos que esse movimento é poderoso hoje como foi ontem", escreveu. "Nós sabemos o quanto isso é difícil. Você colocou o interesse da nação – e a necessidade de derrotar Donald Trump – acima de tudo. E eu sou grato. [...] Juntos vamos derrotar Donald Trump", disse Biden a Sanders.



Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade