Publicidade

Estado de Minas

Ciclone Harold ganha força a caminho de Vanuatu, no Pacífico sul


postado em 05/04/2020 21:55

Um ciclone que se dirige a Vanuatu, no Pacífico Sul, ganhou força e atingiu a categoria 5, a mais alta, causando ventos destruidores e um mar "fora de série", anunciaram meteorologistas nesta segunda-feira (noite de domingo, 5, no Brasil).

O ciclone tropical Harolnd, que deixou pelo menos cinco mortos e 22 desaparecidos nas Ilhas Salomão no fim da semana passada, se fortaleceu esta noite ao avançar para o leste, informou o serviço meteorológico de Vanuatu.

Os ventos atingem os 235 km/h e as autoridades alertaram várias províncias de Vanuatu, país composto por 80 ilhas que se estendem por 1.300 km.

A população foi advertida para o risco de inundações e pediu-se que os barcos permaneçam no porto. A previsão é de que o ciclone Harold alcance na manhã de terça-feira o norte da capital, Port Vila.

Ao menos 22 passageiros de um ferry fretado como parte da luta contra o novo coronavírus desapareceram nas ilhas Salomão após aparentemente serem arrastadas pelas ondas produzidas pelo ciclone, informou neste domingo a polícia local. Oito corpos foram recuperados, disse, acrescentando que as buscas vão prosseguir na segunda.

Vários sobreviventes contaram que muitas pessoas foram arrastadas por ondas imensas e fortes ventos, que atingiram o ferry antes do amanhecer de sexta-feira.

O "MV Taimareho" zarpou na noite de quinta-feira da capital, Honiara, em direção a West Are'are, na ilha de Malaita, a mais de 120 km de distância. O trajeto fazia parte de um programa governamental para evacuar as pessoas para seus povoados de origem com a finalidade de lutar contra a pandemia do novo coronavírus.

Um ciclone de mesma intensidade devastou a capital de Vanuatu em 2015, matando onze pessoas.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade