Publicidade

Estado de Minas

Tigre de zoológico em Nova York tem resultado positivo para o novo coronavírus

Nadia, de quatro anos, apresentou sintomas de doenças respiratórias


postado em 05/04/2020 19:30

Um funcionário do zoológico pode ter espalhado o vírus para felinos(foto: Reprodução/Internet )
Um funcionário do zoológico pode ter espalhado o vírus para felinos (foto: Reprodução/Internet )
Um tigre do zoológico do Bronx, na cidade de Nova York, nos Estados Unidos, testou positivo para o novo coronavírus, de acordo com os Laboratórios Nacionais de Serviços Veterinários do Departamento de Agricultura do país (USDA). Segundo reportagem publicada pelo site Time, este pode ser o primeiro caso de contaminação animal nos Estados Unidos. 
 
O tigre foi testado depois que vários leões e outros animais da mesma espécie começaram a mostrar sinais de doenças respiratórias, de acordo com o USDA. A agência espera que todos os tigres se recuperem. A Wildlife Conservation Society (WCS), que administra o zoológico, identificou o tigre como Nadia, de quatro anos de idade.
 
O zoológico disse que Nadia, sua irmã Azul, dois tigres de Amur e três leões africanos desenvolveram tosse seca. Como os animais devem ser submetidos à anestesia geral para receber o teste, o veterinário responsável decidiu não testar os outros animais, de acordo com o USDA. Conforme o site Time, um funcionário do zoológico pode ter espalhado o vírus para felinos, segundo o USDA. 
 
O zoológico foi fechado temporariamente desde 16 de março para ajudar a retardar a propagação do vírus. "Testamos o tigre com muita cautela e garantiremos que qualquer conhecimento que adquirimos sobre a COVID-19 contribua", afirmou o WCS em comunicado. 
 
Acredita-se que o vírus tenha sido transmitido pela primeira vez aos seres humanos a partir de um animal, e alguns animais foram diagnosticados com coronavírus no exterior.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade