Publicidade

Estado de Minas

Xangai fecha pontos turísticos por medo de segunda onda de contágios


postado em 31/03/2020 12:53

Inúmeros pontos turísticos em Xangai, que haviam reaberto em meados de março, fecharam suas portas novamente, em razão do temor de uma segunda onda epidêmica na China.

O número de novas infecções por COVID-19 despencou nas últimas semanas na China, a origem do coronavírus no final de 2019.

Vários locais da capital econômica chinesa aproveitaram a oportunidade para abrir suas portas ao público a partir de meados de março, em particular arranha-céus como a Torre de Xangai, a segunda mais alta do mundo, com 632 metros.

Mas a torre, assim como o aquário e o Museu de Cera fecharam suas portas nesta semana, disseram repórteres da AFP.

A China agora teme a contaminação de pessoas que retornam ao país e adotou medidas radicais para bloquear a entrada de estrangeiros e reduzir o tráfego aéreo internacional.

Nesta terça-feira, os 48 novos casos de infecção registrados eram todos de origem importada, segundo dados do ministério da Saúde.

A epidemia causou mais de 3.300 mortes no país.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade