Publicidade

Estado de Minas

Banco Central da Bolívia libera 1 bilhão de dólares para combate à Covid-19


postado em 27/03/2020 21:01

O banco central da Bolívia concedeu ao governo de transição um empréstimo de 1 bilhão de dólares e injetou outros 500 milhões dólares no sistema bancário privado para atender às demandas necessárias para combater o novo coronavírus, informou a instituição nesta sexta-feira.

Em comunicado, o Banco Central (BCB) informou que "decidiu conceder um empréstimo emergencial de saúde de 1 bilhão de dólares ao Poder Executivo para preservar a vida dos bolivianos e evitar o estado de crise" que as sociedades mais desenvolvidas vivem, que demoraram a responder à pandemia".

A instituição lembrou que o governo da presidente de transição Jeanine Áñez adotou nas últimas semanas uma série de medidas econômicas e sanitárias para enfrentar os efeitos da Covid-19 que infectou 61 pessoas no país.

A presidente decretou na quinta-feira o pagamento de 72 dólares a 1,6 milhão de famílias de baixa renda e que o Estado assumirá o pagamento de 100% das contas de energia elétrica e 50% de água para as famílias pobres.

O BCB também informou que injetou 499,4 milhão de dólares nesta semana no sistema bancário privado para "aumentar a liquidez das instituições financeiras em 50%". Nos bancos, longas filas de pessoas foram observadas nos últimos dias para sacar dinheiro.

O Senado aprovou duas leis na sexta-feira para apoiar o combate à pandemia: uma que estabelece atendimento gratuito em todo o sistema público de saúde para pessoas que contraem o vírus e outra que adia o pagamento de juros e multas de até seis meses para bancos.

Ambas as leis ainda precisam ser promulgadas pelo poder executivo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade