Publicidade

Estado de Minas

Trump pede ao Congresso adoção nesta terça de plano de resgate econômico


postado em 24/03/2020 12:55

Donald Trump pediu ao Congresso dos Estados Unidos que adote nesta terça-feira (24) um plano de resgate da economia, atingida pela pandemia de coronavírus, alertando que longas negociações entre os legisladores teriam um impacto negativo sobre os trabalhadores americanos.

"O Congresso deve aprovar o acordo, sem toda tolice, hoje", escreveu o presidente republicano, em aparente referência a certas exigências da oposição democrata.

"Quanto mais tempo demorar, mais difícil será reviver a economia. Nossos trabalhadores sofrerão", alertou.

Desde sexta-feira, os senadores republicanos e democratas e a Casa Branca negociam para chegar a um acordo sobre um gigantesco plano de recuperação que poderia distribuir cerca de dois trilhões de dólares em diferentes setores.

A votação foi inicialmente marcada para segunda-feira, mas a sessão foi suspensa até esta terça-feira às 11h00. Nenhuma nova votação foi definida ainda.

Os democratas bloquearam no domingo e depois na segunda o plano de medidas republicano, mas o líder da maioria no Senado, Chuck Schumer, mostrou-se otimista e disse que um acordo estava "muito próximo".

Os opositores, que recordam os excessos dos beneficiários do plano de resgate durante a crise de 2008, exigem do governo Trump uma supervisão intensificada dos empréstimos concedidos às grandes empresas.

Também buscam desbloquear mais recursos para os hospitais, que correm o risco de saturação pela pandemia de coronavírus.

O secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, afirmou na segunda-feira que as medidas beneficiariam os trabalhadores. No entanto, evocou "uma disposição especial" para o transporte aéreo, um setor fortemente afetado pela pandemia.

Se aprovado pelo Senado, o plano deve passar por uma revisão na Câmara de Representantes, controlada pelos democratas, antes de ser promulgado pelo presidente.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade