Publicidade

Estado de Minas

Acidentes em Paris após show provocam incêndio e evacuação de estação de trens


postado em 29/02/2020 01:49

Os incidentes ocorridos no final de um show de um artista congolês no centro de Paris provocaram nesta sexta-feira (28) incêndios e a evacuação preventiva de uma das suas principais estações férreas, segundo fontes oficiais.

O show do músico pop congolês Fally Ipupa se tornou uma manifestação proibida de opositores ao regime desse país africano.

"A polícia interveio para dispersar a manifestação", informou o departamento policial.

A estação de trens de Lyon foi cenário de embates e incêndios em lixeiras, o que gerou a sua evacuação, explicou a companhia férrea, SNCF.

Os bombeiros "controlaram o fogo, que está sendo extinto", indicou a prefeitura, que denunciou o "comportamento escandaloso" dos manifestantes, que dificultavam o trabalho dos serviços de emergência.

A polícia deteve 71 pessoas, informou a prefeitura, que denunciou o "comportamento escandaloso" dos manifestantes, que dificultaram o trabalho dos serviços de emergência.

Fally Ipupa é considerado pelos opositores congoleses como uma figura próxima ao ex-presidente Joseph Kabila e ao seu sucessor, Félix Tshisekedi.

Durante o show houve embates entre os fãs do cantor e os opositores.

"Há 30 anos que estou na França por causa deles!", gritava um dos opositores, Willy Dendebe, em alusão ao regime de Kabila.


Publicidade