Publicidade

Estado de Minas

Ataque aéreo mata 29 soldados turcos na Síria


postado em 27/02/2020 20:25

Ao menos 29 soldados turcos morreram nesta quinta-feira em um ataque aéreo na região de Idlib, no noroeste da Síria, segundo o último boletim das autoridades turcas.

Outros 36 militares feridos foram hospitalizados em Hatay, informou o governador desta província turca na fronteira com a Síria, atribuindo o ataque ao regime em Damasco.

Em resposta ao ataque, a Turquia bombardeou - na madrugada de sexta-feira - posições do regime de Bashar al Assad no noroeste da Síria.

Em declaração publicada pela agência de notícias estatal Anatólia, o diretor de comunicação da Presidência, Fahrettin Altun, pediu à comunidade internacional para "assuma suas responsabilidades" em Idlib.

Segundo a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), o total de turcos mortos na região chega a 34.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, convocou um conselho de segurança extraordinário sobre a situação e preside no momento a reunião, informaram as redes de televisão NTV e CNN-Türk.

Com apoio aéreo da Rússia, as tropas sírias mantêm uma ofensiva para recuperar o reduto rebelde de Idlib.

Centenas de milhares de pessoas foram obrigadas a fugir de suas casas na região desde dezembro, no maior deslocamento registrado desde o início da guerra civil na Síria em 2011.

Os ataques às tropas turcas aumentaram a tensão entre Turquia e Rússia, dois aliados tradicionais.

Ancara exigiu que Damasco recue suas tropas da região a um ponto atrás dos postos militares turcos em Idlib.


Publicidade