Publicidade

Estado de Minas

Bombardier se concentrará na fabricação de aviões executivos


postado em 17/02/2020 19:55

A fabricante canadense de aviões Bombardier anunciou nesta segunda-feira que se concentrará no setor de aviões executivos ou de negócios, depois de abandonar a aviação comercial.

"Uma nova e promissora etapa se abre hoje para a Bombardier", afirmou o presidente da companhia, Alain Bellemare, anunciando a "decisão estratégica" do grupo, que venderá seu setor ferroviário à Alstom como parte de sua estratégia para reduzir a dívida.

"Concentraremos todo nosso capital, toda nossa energia e nossos recursos em acelerar o crescimento e a expansão das margens (de lucro) de nossas atividades por aviões de negócios", informou o executivo em comunicado.

O grupo canadense lidera o setor de aviões executivos, com uma filial que emprega 18.000 pessoas em todo o mundo.

A previsão de faturamento para 2020 é de aproximadamente 7 bilhões de dólares, segundo a empresa.

A atividade desse ramo é mais cíclica do que a do setor ferroviário e os principais concorrentes da Bombardier - como a brasileira Embraer - podem apostar suas vendas no setor de equipamento militar para compensar variações na conjuntura econômica.


Publicidade