Publicidade

Estado de Minas

Trump pede à Rússia que pare de apoiar as 'atrocidades' sírias


postado em 16/02/2020 21:55

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu à Rússia que pare de apoiar as "atrocidades" do regime do presidente sírio Bashar al-Assad, anunciou a Casa Branca neste domingo.

Durante uma conversa por telefone com seu colega turco Recep Tayyip Erdogan, Trump "expressou preocupação com a violência em Idlib", no noroeste da Síria, e "expressou o desejo dos Estados Unidos de ver o fim do apoio russo às atrocidades do regime de Assad", afirmou a presidência americana.

Apoiadas pelos ataques aéreos de seu aliado russo, as tropas do regime sírio intensificaram recentemente sua ofensiva à região de Idlib, onde está localizada a última fortaleza rebelde, matando centenas de pessoas.

Sob um acordo de desescalada concluído em 2018 entre Moscou e Ancara, a Turquia mantém doze postos de observação na província de Idlib.

Mas a tensão aumentou entre Ancara e Moscou após a morte de 14 turcos mortos em bombardeios conduzidos pelas forças do governo sírio na região.

Uma delegação turca deve visitar Moscou na segunda-feira, após uma visita das autoridades russas na semana passada, que não permitiu alcançar nenhum acordo concreto.


Publicidade