Publicidade

Estado de Minas

Terry Jones, do Monty Python, morre aos 77 anos


postado em 22/01/2020 10:37

Um dos integrantes do grupo Monty Python, Terry Jones, morreu aos 77 anos, informou sua família em comunicado nesta quarta-feira, após uma longa batalha contra uma forma rara de demência.

"Terry faleceu na noite de 21 de janeiro de 2020 aos 77 anos de idade, com sua esposa Anna Soderstrom ao seu lado, depois de uma batalha longa, extremamente corajosa, mas sempre bem-humorada, com uma forma rara de demência, a FTD", informaram.

"Seu trabalho com Monty Python, seus livros, filmes, programas de televisão, poemas e outros trabalhos viverão para sempre, um legado adequado para um verdadeiro artista multifacetado".

Jones dirigiu alguns dos trabalhos mais amados da trupe de comédia, incluindo o filme "A vida de Brian", de 1979, sobre um homem confundido com o Filho de Deus, o que provocou críticas da Igreja.

Interpretando a mãe de Brian, Mandy Cohen, ele eternizou a frase: "Ouçam aqui! Ele não é o Messias. Ele é um garoto muito travesso!".

Ele apareceu com uma variedade de personagens da série de televisão "Flying Circus de Monty Python", e era conhecido por suas performances como mulher.

Sua família - esposa Anna e filhos Bill, Sally, Siri - disse que ele travou uma "batalha extremamente corajosa, mas sempre bem-humorada" contra a demência frontotemporal (DFT).

"Vivíamos na presença de um homem extraordinariamente talentoso, brincalhão e feliz, levando uma vida verdadeiramente autêntica e, em suas palavras, 'amorosamente coberto de glicose'", acrescentaram.


Publicidade