Publicidade

Estado de Minas

Petróleo recua apesar da tensão entre EUA e Irã


postado em 07/01/2020 20:25

Os preços do petróleo recuaram nesta terça-feira, apesar da persistente tensão entre Washington e Teerã após a morte do general iraniano Qasem Soleimani em um ataque aéreo americano na sexta-feira, em Bagdá.

Em Londres, o barril do Brent para entrega em março caiu 0,9%, a 68,27 dólares, enquanto em Nova York o barril do WTI fechou a 62,27 dólares, também em baixa de 0,9%.

Os preços dispararam na sexta após a morte do general Soleimani e se mantiveram elevados na segunda-feira, em meio às ameaças de vingança por parte de Teerã.

O mercado temia o impacto da morte do general no comércio mundial do petróleo, mas nesta terça-feira os preços "ficaram quase nos níveis prévios à morte do general", destacou Robert Yawger, da Mizuho.

"O mercado está impaciente mas não ocorreu nada de concreto até o momento". Neste contexto, acrescentou Yawger, os corretores levam em conta que a oferta mundial de petróleo é abundante.

Como dado adicional, à elevada oferta se somou o anúncio de uma "importante descoberta" no Suriname por parte das empresas Total e Apache.

"Até o final do ano deveremos ver um aumento da produção mundial de ao menos 2 milhões de barris/dia, enquanto se espera um crescimento da demanda inferior a um milhão de barris", destacou Yawger.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade