Publicidade

Estado de Minas

Sequestrados no Camarões capitão e sete marinheiros de petroleiro grego


postado em 31/12/2019 13:13

O capitão e sete marinheiros de um petroleiro grego foram sequestrados nesta terça-feira (31) no Camarões, após um ataque de "indivíduos armados" ao navio ancorado no porto de Limbé, informou o ministério grego da Marinha Mercante.

Durante o ataque ao petroleiro "Happy Lady", um grego membro da tripulação, integrada por 28 marinheiros, ficou ferido, informou a mesma fonte em um comunicado.

"Um grupo armado subiu a bordo do petroleiro e mandou oito pessoas da tripulação, entre elas o capitão, de 45 anos, a saírem" da embarcação, acrescentou.

Cinco dos reféns são gregos, dois são filipinos e um é ucraniano, segundo o ministério.

Os ataques a embarcação e sequestros para pedir resgate são relativamente frequentes no Golfo da Guiné, na costa oeste africana.

Piradas desviam os navios durante vários dias, tempo suficiente para saquear os porões e exigem importantes resgates antes de libertar os reféns.

Em novembro passado, um grupo armado atacou o petroleiro grego "Elka Aristote", a uma dezena de milhas náuticas da costa da capital de Togo, Lomé, e sequestrou quatro marinheiros.

Três marinhos foram libertados em 13 de dezembro e o quarto morreu no cativeiro.

A investigação segue seu curso, mas "parece que sua morte não se deveu às condições do cativeiro, mas a uma enfermidade", informou então o armador grego em um comunicado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade