Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

EUA fazem ataques aéreos a alvos ligados a grupo xiita apoiado pelo Irã


postado em 29/12/2019 16:26

Os Estados Unidos fizeram ataques aéreos ao grupo xiita Kataib Hezbollah neste domingo, 29, em retaliação a um ataque na sexta-feira em que mais de 30 mísseis foram lançados contra uma base militar perto de Kirkuk, no Iraque, matando um empreiteiro e ferindo soldados, todos americanos. De acordo com informações iniciais, os cinco alvos, localizados no Iraque e na Síria, foram atingidos.

"O Irã e as forças do Kataib Hezbollah devem cessar seus ataques às forças dos Estados Unidos e da coalização e respeitar a soberania do Iraque, para evitar ações defensivas adicionais por parte dos EUA", disse Jonathan Hoffman, porta-voz do Pentágono. Os ataques americanos utilizaram aeronaves F-15E, e aconteceram por volta das 19h, horário iraquiano, após o presidente Donald Trump aprovar o plano no sábado à noite. Oficiais dos Estados Unidos não disseram de onde os aviões decolaram.

A ação marca a primeira vez em que os EUA agiram com força militar contra um grupo xiita no Iraque e na Síria desde que as forças americanas retornaram à região em 2014 para lutar contra o Estado Islâmico. Os cinco alvos atingidos incluem três das instalações da milícia no Iraque e duas na Síria. De acordo com o Pentágono, elas eram utilizadas para armazenar armas e também como centros de comando do Kataib Hezbollah.

O ataque de sexta-feira foi o 11º em que bases iraquianas em que estavam presentes forças americanas foram atacadas por mísseis, de acordo com oficiais dos Estados Unidos. O Secretário de Estado americano, Mike Pompeo, alertou há duas semanas que o país daria uma resposta "decisiva" se algum americano fosse ferido nos ataques, e que o Irã era responsável porque vem armando e dando suporte aos grupos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade