Publicidade

Estado de Minas

Bolívia impede entrada de diplomatas espanhóis 'encapuzados' na embaixada do México


postado em 27/12/2019 21:13

A Bolívia informou nesta sexta-feira ter impedido a entrada de diplomatas e funcionários da Espanha - encapuzados e aparentemente armados - na embaixada do México em La Paz, onde estão asilados cerca de dez funcionários do antigo governo de Evo Morales.

A polícia "impediu o ingresso dos veículos (diplomáticos espanhóis) nas instalações, já que a presença de encapuzados representava uma potencial ameaça" para a legação mexicana, revelou a chanceler Karen Longaric.

A chanceler acrescentou que denunciará a Espanha pelos fatos, mas não confirmou se o plano era permitir a fuga dos ex-funcionários.

O incidente ocorreu na manhã desta sexta-feira, quando pessoal diplomático e outros com os rostos cobertos buscaram romper o cerco da polícia boliviana em torno da embaixada do México.

Longaric assinalou que o "pessoal diplomático e de segurança da embaixada da Espanha na Bolívia não tem autorização para portar armas de fogo ou usar trajes que ocultem sua identidade", acrescentando que "estes atos contrariam as práticas diplomáticas".

Segundo a chanceler, a Espanha "abusa dos privilégios" diplomáticos previstos na Convenção de Viena e por este motivo enviou uma nota ao ministério espanhol das Relações Exteriores reclamando "pelos atropelos que afetam profundamente a dignidade e a soberania do estado boliviano".

A nota será enviada aos embaixadores acreditados na Bolívia, às Nações Unidas, à União Europeia e à Organização dos Estados Americanos.

Entre os bolivianos asilados na embaixada do México estão os ex-ministros da Presidência e da Cultura, Juan Ramón Quintana e Wilma Alanoca, acusados pelo atual governo de "sedição e terrorismo".

Consultada sobre se havia um plano de fuga elaborado por espanhóis e mexicanos, Longaric respondeu que "estamos em um processo de análise".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade